Fiscalizações em estados,
municípios e Distrito Federal

Seleção de entes mais vulneráveis quanto à aplicação do dinheiro público

O controle da aplicação do dinheiro público federal por estados, municípios e DF é fundamental. Atualmente, a fiscalização é feita por sorteio e por matriz de vulnerabilidades. O Programa de Fiscalização em Entes Federativos, lançado em 2015 pela CGU, remodelou o Programa de Fiscalização por meio de Sorteios Públicos, criado em 2003, incorporando à aleatoriedade do sorteio a identificação de indicadores de vulnerabilidade na aplicação dos recursos federais como instrumento de seleção dos entes a serem fiscalizados

A adoção da Matriz de Vulnerabilidades permite à CGU identificar potenciais fragilidades na aplicação dos recursos públicos federais repassados a estados, municípios e Distrito Federal.


Números e Detalhes

  • 45 municípios, selecionados por meio da Matriz de Vulnerabilidades em 2015.
  • 60 municípios fiscalizados por meio de sorteio em 2015.
  • Mais de 2 mil municípios avaliados e mais de R$ 27 bilhões de recursos fiscalizados desde 2003.